Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A última publicação de 2012

por BeatrizCM, em 31.12.12
Desejo, mais uma vez, a todos os meus amigos, familiares, conhecidos e leitores, um 2013 em grande. 2012 pode ter sido, para alguns, um bicho muito, muito feio, mas não é sendo pessimistas que faremos do ano seguinte um bocadinho melhor. Não pensem negativamente!
Além de sorte, é preciso trabalho para atingirmos os nossos objectivos. O resto vem por acréscimo e é mais valorizado se nos esforçarmos. Não desistam!
Um ano novo representa uma oportunidade para recomeçar um ciclo ou para aumentar fasquias. Não baixem as vossas!
Não sejam derrotistas, não adiem o inevitável (este conselho serve-me na perfeição, temível procrastinadora!), aproveitem para repensar como podem evoluir enquanto indivíduos e, acima de tudo, não se deixem levar pela maré! Mantenham-se únicos e façam o impossível pela vossa própria pessoa, porque não serão os outros a fazê-lo. Ah, e parem lá de se lamentar que a vida não vos corre de feição, está bem?


Apaixonem-se, acreditem, estudem, leiam, escrevam, conheçam novas pessoas e realidades, não se auto-desterrem!
E estes são os votos mais sinceros e lamechas que me conseguirão arrancar... Que sejam muito felizes! Até para o ano, meus caros! :D

Autoria e outros dados (tags, etc)


A minha passagem de ano em duas imagens

por BeatrizCM, em 31.12.12
EXPECTATIVA:

REALIDADE:


(Apesar de parecer vestida a rigor no avatar, isso foi só personalização enganosa. Na verdade, tenho andado de pijama o dia inteiro e não o tirarei antes de 2013.)

Autoria e outros dados (tags, etc)


Adeus, 2012!

por BeatrizCM, em 31.12.12
E pronto, do outro lado do planeta, já estão em 2013. Por aqui, ainda estamos em 2012, mas por poucas horas. Portanto, toca a fazer a última reflexão sobre este ano…! O que houve de bem? O que houve de mal? O que houve de mais ou menos?
Pessoalmente, gosto sempre de fazer um levantamento, nem que seja só pela mania. Desta vez, partilho convosco a minha lista. Feliz ano novo e boas entradas! (Mesmo que, tal como eu, passem a meia-noite em casa… se calhar, a dormir!)


EM 2012...
  1. Cresci;
  2. Fiz de conta que o ponto 1 não aconteceu em diversas ocasiões, porque sou palerma;
  3. Continuei a medir 1,69m - ter 1,70m deve ser para gente grande;
  4.  Pintei as unhas de muitas cores;
  5. Não cumpri a resolução anual de passar a beber mais leite;
  6. Não cumpri a resolução anual de escrever um livro;
  7. (Em contrapartida) escrevi muitas crónicas;
  8. Continuei a esquivar-me de comer sopa de legumes sempre que possível;
  9. Continuei a escrever um blogue de uma maneira ranhosa e sem vergonha (humm, este);
  10. Obtive, em certos dias, mais de duzentos visitantes;
  11. Conheci alguns leitores;
  12.  Procrastinei q.b.;
  13. Falei sobre a minha experiência literária a uma turma de sexto ano;
  14. Concluí que até gostaria de ser professora e que talvez o jornalismo não seja o ideal para mim, mas sim a escrita e a cultura;
  15. Ganhei uma bolsa de estudo na Alliance Française;
  16. Passei as férias de Verão na casa dos meus tios, em Braga;
  17.  Fiz um curso de Verão na Rádio Universitária do Minho;
  18. Continuei a usar óculos apenas “quando me apeteceu”;
  19. Entendi, finalmente, como escrever um conto decente;
  20. Deixei de escrever histórias directamente relacionadas com relações complicadas e o belo do amor;
  21. Pus aparelho;
  22. Tentei conquistar alguém;
  23. Tive medo do compromisso;
  24. Apaixonei-me (não só romanticamente);
  25. Tive 14 a Educação Física porque o pedi muito encarecidamente à professora;
  26.  Tive 14 a Educação Física porque sim: os cálculos davam 13,7 (IUPI!);
  27. Descobri que o 12º ano é um bicho com algumas cabeças;
  28. Atrevi-me a fazer três vezes franja e arrependi-me sempre, apesar de a primeira experiência já ter corrido mal em 2011;
  29. Vi alguém muito próximo de mim ser bastante infeliz no amor;
  30. Uma das minhas amigas de infância entrou na universidade e eu invejei-a (não negativamente);
  31. Perdi uma amizade por pura parvoíce;
  32. Tive saudades;
  33. Escrevi sobre isso;
  34. Aceitei e andei, olh’agora!;
  35. Quis mudar de escola, mas não mudei e, afinal, foi pelo melhor;
  36. Uma professora falou-me mal ao telefone sem razão aparente e eu quase a mandei para o c****** que a fo***** (não duvidem dos meus motivos);
  37. Ganhei o primeiro prémio de um concurso literário;
  38. Comprei uma guitarra nova com parte do dinheiro do prémio, já que, das minhas outras duas, uma foi vendida e a outra estragou-se;
  39. Fiz covers de músicas famosas e publiquei-as no Youtube;
  40. Publiquei um cover do Justin Bieber com uma amiga num momento de parvoíce (juro que foi de parvoíce!);
  41. Vi menos comédias românticas e filmes da Disney do que nos anos anteriores;
  42. Colaborei com a Fórum Estudante e publicaram alguns artigos meus;
  43. Recebi um smartphone pela Fórum;
  44. Não estraguei nenhum dispositivo electrónico;
  45. Tive exames nacionais e matei-me a estudar;
  46. Aprofundei o meu ódio pela Matemática;
  47. Descobri que beber mais água impede que apanhe tantas constipações;
  48. Dei muitos conselhos amorosos, os aconselhados seguiram-nos e tudo o que disse resultou, apesar da minha modesta experiência no assunto;
  49. Passeei sozinha por Lisboa e por Setúbal;
  50. Espero ter lido, pelo menos, vinte livros.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Goodreads

por BeatrizCM, em 30.12.12
É uma das minhas duas redes sociais preferidas. Nunca conseguiria escolher apenas uma entre o Goodreads e o Facebook, apesar de o primeiro ser bem mais útil do que o segundo, que tem tendência, por vezes, a ser uma perda de tempo, sem qualquer finalidade que não seja socializar (mas porra, se queremos socializar assim tanto, ligamos aos nossos BFFs todos e organizamos uma private party com montes de chocolate e batatas fritas no nosso jardim, não nos ligamos ao chat!).
Ultimamente, tenho dado por mim cada vez mais rendida ao Goodreads. Só tenho pena que poucos/nenhum dos meus amigos (os da vida real, não os virtuais) tenham aderido. Se aderissem, até poderíamos trocar ideias, fazer desafios, criar uma comunidade bacana...! Uma das funções de que mais gosto são as reviews pessoais (que podem não ser só de moda, sabiam??!), porque as considero opiniões mais fiáveis do que as dos críticos literários, que não têm a minha idade, nem partilham muitos interesses comigo...
Portanto, já que ando à procura de mais intelectualóides que tenham conta no Goodreads, deixem-me o endereço do vosso perfil nos comentários ou adicionem-me a partir do meu. Pode ser que, se divulgarmos mais esta rede social em Portugal, consigamos que mais conhecidos nossos se rendam aos seus encantos, tal como nós!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Brásucá, váleu?! ... Náum, sinhô!

por BeatrizCM, em 29.12.12
Nunca gostei de ler nada em português do Brasil ou de variantes africanas. Durante muitos anos, vi telenovelas brasileiras e aguentei o sotaque, mas, na literatura, já há muito que desisti do português que não fosse cá dos tugas, continentais, de preferência. Penso que o que mais me irrita no português "colonial" é a inversão das formas pronominais ("eu vi-te ontem" versus "eu tji vi ontem") e o "você" a dar por um pau ("eu amo você, cara!"). Esses dois aspectos, mais os regionalismos e os vocábulos diferentes, mais algumas expressões idiomáticas que me dão cabo dos fígados, impedem-me de amar a diversidade da minha própria língua. Eu devia ter vergonha na cara. É que nem "O Gato Malhado e a Andorinha Sinhá" eu fui capaz de ler! E desisti do Mia Couto, por quem até cheguei a sentir um certo apego...

From now on, haters gonna call me a racist. I ain't no racist, brother, I'm only complicated! (Acrescentei Street English para dar ênfase à ideia, 'tá batê, meu pute? Não, agora só estou a ser parvinha...)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/12



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D



Blogs de Portugal