Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



2 anos a procrastinar

por BeatrizCM, em 30.06.13

 

Este blogue completa as suas duas primaveras no dia de hoje! Iupiiiii! Eu até diria aquelas frases cliché como "ei, parece que ainda foi ontem que comecei aqui a escrever, sobre as minhas aventuras e desventuras emocionais e amorosas (falhadas)", mas não. Para mim, isso deve ter acontecido algures noutra encarnação. Eu cresci e este blogue cresceu. Enfim, a minha escrita cresceu! E contem com terem de aturar o meu permanente crescimento durante muitos mais anos, porque eu não faço tenções de sair daqui, não senhora. Eu gosto de procrastinar. Espero que vocês também não se importem de o continuar a fazer. Parabéns a mim, ao blogue, a vocês!

Considerem-se com um estômago cheio do bolo acima apresentado, cujo interior será pão-de-ló recheado com doce de ovo e amêndoas. O exterior é de massa-pão. Agora, façam de conta que nunca comeram um bolo tão bom na vossa vida. Aí está, parabéns outra vez!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Oh, Taylor, filha...

por BeatrizCM, em 30.06.13

É o que dá namorar com músicos. Já não basta eles serem uma cambada de totós com a mania que são bons, de guitarra ao ombro e voz de conquistadores, e tu ainda vais nas cantigas deles, Taylor. Literalmente. Lá porque escrevem, cantam e tocam benzinho, não quer dizer que sejam particularmente bons partidos. Vá lá, eles têm montes de fãs histéricas atrás e, se não as têm, acham que sim (eu sei, Taylor, eu sei, porque "noutra vida" já fui como tu). Têm o rei na barriga e tu tens é de crescer. Olha lá, Taylor, tomara eu ter o dinheiro e o sucesso que tu tens, a ver se me preocupava com rapazolas com problemas de afirmação da sua masculinidade... Ai, é que não me apanhavam mesmo! (Até porque eu já tenho um namorado decente e de quem gosto muito, muito obrigada.)

 

Primeiro, foi com o Joe Jonas, agora a saga do John Mayer nunca mais acaba... Deixa-te de coisas, rapariga. Sonsos há muitos e, se tu não tens cuidado, ainda ficas mais sonsa do que eles.

 

ETAPA 1: cantam juntos, borboletas, sorrisinhos e tal...




ETAPA 2: acabam e tu escreves músicas lamechas, mais ou menos provocatórias.



ETAPA 3: eles mandam-te à fava ou desejam-te uma boa vida... com outra música.




Oh Taylor, filha, tens de quebrar o ciclo! Pelo amor da santa, antes que fiques mas é encalhada...

Autoria e outros dados (tags, etc)


Só têm até amanhã!

por BeatrizCM, em 29.06.13

Com mudanças de Sapo para Blogger, e de Blogger para Sapo, até parece que nos perdemos... Mas não! Portanto, nada de se esquecerem de responder, até AMANHÃ (ou hoje, uma vez que já passa da meia-noite), à pergunta que foi colocada há cerca de dois meses no Facebook (o pódio do blogue estava avariado): "o que atrai mais rapaz/homem no corpo de uma rapariga/mulher?". Basta seguirem esta ligação e clicarem nas opções com que mais se identificarem. Nada de sentimentalismos, ok? Isto é apenas um estudo pseudo-científico cujo objectivo é esclarecer o sexo feminino e fazer um levantamento do que temos que trabalhar mais este Verão no ginásio e mostrar mais na praia (ou esconder, sabe-se lá). Toca a mexer os dedinhos, minha gente!

Autoria e outros dados (tags, etc)


Motivo de insónia

por BeatrizCM, em 28.06.13
Preocupações? Com a minha idade e em tempo de férias, nenhumas.
Cérebro excitado por estar demasiado tempo à frente da televisão e do computador? Fora de questão, ou não tivesse eu passado o dia fora de casa.
Digestão problemática, será...? Nem por isso - já jantei há um tempo.
E este calor, e este calor?? Aguenta-se, que é para isso que o Verão servr.

Carìssimos, o que eu tenho é uma grande e dolorosa borbulha nas costas.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Dos outros #31

por BeatrizCM, em 27.06.13

"Porque é que uns, poucos, tinham sapatos e outros, a maior parte, não?

Perguntei isso ao professor e ele ficou atrapalhado. Perguntei em casa e ficaram incomodados. Fiz muitas vezes essa pergunta. E de cada vez que a fazia sentia que estava a fazer uma pergunta inconveniente. Nunca ninguém me respondeu e continuo, de certo modo, a perguntar.

Porque ainda sinto o frio da escola. Ainda sinto o cheiro a pobreza, o pouco. Foi sobretudo isso que aprendi, além da gramática, das contas, da História Pátria, dos rios, das serras e das linhas de caminho-de-ferro. Aprendi a conjugar os verbos e nunca foi preciso o professor Lencastre virar-me de cabeça para baixo. Mas a quem tenho eu de agarrar pelos pés e bater com a cabeça no chão para que de uma vez por todas me digam porque é que uns usavam sapatos e outros não?"

 

Manuel Alegre, Alma

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/9



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D



Blogs de Portugal