Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Adeus, 2012!

E pronto, do outro lado do planeta, já estão em 2013. Por aqui, ainda estamos em 2012, mas por poucas horas. Portanto, toca a fazer a última reflexão sobre este ano…! O que houve de bem? O que houve de mal? O que houve de mais ou menos?
Pessoalmente, gosto sempre de fazer um levantamento, nem que seja só pela mania. Desta vez, partilho convosco a minha lista. Feliz ano novo e boas entradas! (Mesmo que, tal como eu, passem a meia-noite em casa… se calhar, a dormir!)


EM 2012...
  1. Cresci;
  2. Fiz de conta que o ponto 1 não aconteceu em diversas ocasiões, porque sou palerma;
  3. Continuei a medir 1,69m - ter 1,70m deve ser para gente grande;
  4.  Pintei as unhas de muitas cores;
  5. Não cumpri a resolução anual de passar a beber mais leite;
  6. Não cumpri a resolução anual de escrever um livro;
  7. (Em contrapartida) escrevi muitas crónicas;
  8. Continuei a esquivar-me de comer sopa de legumes sempre que possível;
  9. Continuei a escrever um blogue de uma maneira ranhosa e sem vergonha (humm, este);
  10. Obtive, em certos dias, mais de duzentos visitantes;
  11. Conheci alguns leitores;
  12.  Procrastinei q.b.;
  13. Falei sobre a minha experiência literária a uma turma de sexto ano;
  14. Concluí que até gostaria de ser professora e que talvez o jornalismo não seja o ideal para mim, mas sim a escrita e a cultura;
  15. Ganhei uma bolsa de estudo na Alliance Française;
  16. Passei as férias de Verão na casa dos meus tios, em Braga;
  17.  Fiz um curso de Verão na Rádio Universitária do Minho;
  18. Continuei a usar óculos apenas “quando me apeteceu”;
  19. Entendi, finalmente, como escrever um conto decente;
  20. Deixei de escrever histórias directamente relacionadas com relações complicadas e o belo do amor;
  21. Pus aparelho;
  22. Tentei conquistar alguém;
  23. Tive medo do compromisso;
  24. Apaixonei-me (não só romanticamente);
  25. Tive 14 a Educação Física porque o pedi muito encarecidamente à professora;
  26.  Tive 14 a Educação Física porque sim: os cálculos davam 13,7 (IUPI!);
  27. Descobri que o 12º ano é um bicho com algumas cabeças;
  28. Atrevi-me a fazer três vezes franja e arrependi-me sempre, apesar de a primeira experiência já ter corrido mal em 2011;
  29. Vi alguém muito próximo de mim ser bastante infeliz no amor;
  30. Uma das minhas amigas de infância entrou na universidade e eu invejei-a (não negativamente);
  31. Perdi uma amizade por pura parvoíce;
  32. Tive saudades;
  33. Escrevi sobre isso;
  34. Aceitei e andei, olh’agora!;
  35. Quis mudar de escola, mas não mudei e, afinal, foi pelo melhor;
  36. Uma professora falou-me mal ao telefone sem razão aparente e eu quase a mandei para o c****** que a fo***** (não duvidem dos meus motivos);
  37. Ganhei o primeiro prémio de um concurso literário;
  38. Comprei uma guitarra nova com parte do dinheiro do prémio, já que, das minhas outras duas, uma foi vendida e a outra estragou-se;
  39. Fiz covers de músicas famosas e publiquei-as no Youtube;
  40. Publiquei um cover do Justin Bieber com uma amiga num momento de parvoíce (juro que foi de parvoíce!);
  41. Vi menos comédias românticas e filmes da Disney do que nos anos anteriores;
  42. Colaborei com a Fórum Estudante e publicaram alguns artigos meus;
  43. Recebi um smartphone pela Fórum;
  44. Não estraguei nenhum dispositivo electrónico;
  45. Tive exames nacionais e matei-me a estudar;
  46. Aprofundei o meu ódio pela Matemática;
  47. Descobri que beber mais água impede que apanhe tantas constipações;
  48. Dei muitos conselhos amorosos, os aconselhados seguiram-nos e tudo o que disse resultou, apesar da minha modesta experiência no assunto;
  49. Passeei sozinha por Lisboa e por Setúbal;
  50. Espero ter lido, pelo menos, vinte livros.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.