Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

O Massacre

Chamemos-lhe O Massacre. Em nada se assemelha ao holocausto, mas preocupa-se com ele. Ninguém vai morrer, mas há que saber de mortes. Nem sequer é uma obra de arte, mas também a deve abordar. Falo do exame nacional de História A, pois claro, a ocorrer dentro de sensivelmente duas horas. Ai. Ai. Ai. Que dor. Ainda nem o vi e já sei que vou ter de ir à segunda fase.

E eu não quero ir à segunda fase!

Quero ter uma boa nota na primeira para poder entrar na universidade NO PRIMEIRO DIA e não DUAS SEMANAS DEPOIS. Em toda a minha carreira de estudante, nunca pensei que, num futuro que se materializa agora, graças ao raio de um exame de História, eu me encheria desta parva ansiedade. Não gosto nada desta sensação. É como uma voz mesquinha que me martela ao ouvido "não vais conseguir", vezes sem conta, insistentemente. Portanto, resta-me ignorá-la e tentar relaxar até à hora d'O Massacre.

O Massacre não me causará mais do que um curto e simples vómito, um revirar inconsciente das tripas. O Massacre não significará mais do que duas horas e meia da minha vida com os miolos a estoirar. O Massacre não me causará uma única dor de cabeça! Porque com o que O Massacre não conta é que eu me tenha matado a preparar para ele. Estúpido!

 

Aos meus colegas de armas e livros, muito boa sorte. Havemos de sair de lá vivos.

8 comentários

Comentar post