Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

SALDO: 365 dias

   Há quem pense que planear resoluções de ano novo é uma perda de tempo, porque quase ninguém as consegue cumprir, quando chega a altura. Porque é difícil concentrarmo-nos realmente naquilo que sabemos que nos faz falta ou que devíamos fazer para melhorar a nossa vida. Porque, pelo meio, arranjamos novas resoluções que têm de ser concretizadas no imediato. Porque, porque, porque... Desculpas!

   Pessoalmente, acho que só não se cumprem resoluções porque há falta de força de vontade. Se calhar, estou a generalizar injustamente a minha opinião. Ou, se calhar, não. Sei que cada caso é um caso, mas falo com base na minha experiência de observadora. Cá para mim, se alguém deseja mesmo realizar isto, aquilo ou aqueloutro e até tem um largo período para o fazer – não chegam 365 dias? –, o problema está na motivação. Não me venhas com o teu “não estava destinado”, que as coisas não caem do céu, é preciso pôr mãos à obra, sem esperar que te apareçam à frente, por obra e graça da entidade divina em que acreditas.

   Não digo que, de cento e três resoluções, tenhas de as concretizar todas. O que conta é tentar, mas tentar a sério. Com algum esforço (e sorte, porque não?), ainda hás-de riscar metade da tua lista.

   Conselho: não tomes como resoluções objectivos irreais, acerca dos quais tens a plena noção que dificilmente os conseguirás atingir. Começa pelo mais simples, pelo que é prioritário. Traça somente as linhas gerais daquilo que queres fazer com o novo ano que aí vem, porque ele também traz surpresas, e vais precisar de tempo para as apreciar. Não te sobrecarregues com demasiadas responsabilidades, ou a pressão será insuportável e, a culpa por não teres conseguido aguentar, arrasadora. Confia em ti e trabalha para conseguires superar as dificuldades do dia-a-dia. Talvez, no final, te estejam reservadas as vitórias por que tanto esperaste.

   Feliz ano novo! Aproveita-o!