Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Se o mundo acabasse hoje...

Supostamente, é hoje que acaba o mundo, segundo a profecia dos Maias (e não, não foi o Eça de Queirós quem a escreveu).
De qualquer maneira, se o mundo acabasse hoje, eu morreria feliz - muuuito feliz. Nem encontro razões pelas quais deveria morrer triste. (Ainda!) não sou rica, mas também não sou tão pobre que me sinta constantemente atormentada por isso - isto é, monetariamente, porque, de espírito, tenho para dar e vender, modéstia à parte.
Se o mundo acabar hoje, paciência... É pena eu não ter chegado a ter umas maminhas maiores, mas também não me queixo grande coisa. Sei falar duas línguas estrangeiras, mantive sempre resultados escolares acima de medianos, comi muito chocolate e gomas ao longo da minha vida, pintei as unhas de várias cores berrantes, aprendi a fazer ponto-cruz e crochet, fiz chichi à beira da estrada a meio de longas viagens de carro, tentei fazer bolos a partir de receitas da Internet (correu mal) e, pronto, entrando pelo campo mais sentimental, já estive obcecada por alguém, já me "desobcequei", já me apaixonei, já recebi e dei muitos beijinhos e abraços, a minha vida familiar e sentimental satisfaz-me e, entretanto, consegui fazer umas quantas amizades bacanas. O que mais poderia ter desejado para um tão curto espaço de tempo como aproximadamente 1,7 décadas?!
Portanto, se o mundo acabar, espero, ao menos, que os extraterrestres se divirtam (ou se roam de inveja dos humanos) ao ler este testemunho escrito por um ser terráqueo nas vésperas da sua extinção.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.