Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Ai querem festejar a poesia?

E, hoje, além de se iniciar uma nova Primavera (aqui na zona não é de certeza, que mais parece que anda o Diabo à solta), o meu pai e mais duas amigas minhas fazerem anos e ser, igualmente, o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial (acabei de ver isto no Google), também se festeja o Dia Mundial da Poesia. Yeeeey! Portanto, como já nem o faço há bastante tempo, partilho convosco um poema da minha intelectualíssima autoria, cof, cof. É, por sinal, extremamente feliz, e vocês hão-de apreciar a sua festividade. 



QUANDO O POETA MORRE 


Diz que foi da poesia que ele se matou, 
estrangulado pela paixão, enterrado em letras, silêncios 
prolongados e mudo de amores não correspondidos.
Era um sofredor à moda antiga, de antiga lucidez 
e foi a loucura que o levou, coitado… 
Era pouco amado, o homem que juntava sonhos nas entrelinhas, 
falaciando sobre flores, tetos de estrelas, contando tristezas! 
Ai, que triste Fado o dele!, chorou o povo que o perdeu. 
Lágrimas não o trazem, lágrimas não o esquecem, 
mas por vezes parecem sufocadas de conveniência.

[2012]