Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Dream inception - o triste desfecho

Depois de lhe contar acerca das minhas aventuras nocturnas, a minha avó (a real, não a do sonho) disse-me que, com tanta especulação inconsciente acerca das raspadinhas, era melhor eu passar pela papelaria com que tinha sonhado, a da estação de comboios, e jogar uma depois de vir da faculdade - só por descarga de consciência, não fosse o sonho consistir nalgum palpite camuflado de uma entidade superior com a estranha vontade de me endinheirar (c'mon, eu mereço e vocês bem sabem, cof cof). Infelizmente, não tinham raspadinhas de 2€, como as do sonho. Só havia um único tipo, das de 1€.

 

Óbvio que não ganhei nada. Continuo euzinha: universitária, sem dinheiro e com azar ao jogo - porém, com muita sorte ao amor, à amizade e à quantidade de ligações nervosas. Sou uma espécie de Floribela, sem a parte das flores e das músicas foleiras: rica em sonhos, mas pobre em ouro.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.