Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Sobre flores (e copos, vá)

P1010031.JPG

 

Quando era pequena, achava as flores murchas uma aberração doutro mundo: descoloradas, feias, a deitarem muco pelos caules cortados, com as folhas e pétalas a caírem por terra. No entanto, ao crescer, acho que lhes fui ganhando uma certa admiração. As flores murchas também têm a sua beleza. Já foram flores vivas, que distribuíram cor ao mundo, que alegraram o dia de alguém, que foram invejadas. Já foram mais do que natureza em decomposição.

 

Tudo isto para dizer que, tal como a metáfora do copo meio cheio, que está igualmente meio vazio, também aqui venho (re?)criar a metáfora das flores murchas, que já foram flores radiosas. Há sempre um quê de positivo a retirar de todas e quaisquer situações, qualquer coisa que se ganha ou ganhou. Por isso, não entendo as pessoas que insistem em ver sempre caules putrefactos, sem se lembrarem que flores são flores, já estiveram num jardim a saborear o vento ou num ramo que alguém já terá recebido. O que existe numa medida, existe noutra.

 

Nota: prestar atenção à inteireza do que nos rodeia e acontece. 

 

(Eu não disse que iria recomeçar os posts motivacionais-inspiradores? Já agora, atentai no meu material fotográfico mais recente, estou feita uma pró...caria! :p)