Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

eu devia pedir desculpa

   Eu sei que tu e ela têm uma história, mas eu não estou certa se me sinto feliz por, após tantos e tamanhos percalços, a acabem sempre... sempre por reatar. Este meu ponto de vista divide-se em duas faces: a altruísta e a egoísta. Ambas torcem, inconscientemente, por um ponto final definitivo nessa história. De imediato.


   A altruísta não quer que sofras e que sigas em frente, algo que eu não consigo, em relação a ti. Sei o quão doloroso é, pelo que te digo... Não vale a pena agarrares-te a um passado que insistes em manter presente. Ou será que vale...? Contradigo-me nestas linhas, sem quê nem porquê. Construo um confronto permanente entre o que penso e o modo como acabo por agir.


   Já a minha face egoísta grita, a pleno silêncio, por favor, desiste, eu quero ser aquela a quem mais prestas atenção, em quem mais pensas antes de adormecer e em quem depositas mais confiança. Mais, mais mais... para mim. Tenho a certeza de que, até agora, te dei mais sorrisos do que lágrimas - e eu sei que, a certa altura, não foram poucas -, enquanto... ela só te tem dado lágrimas.


   Todavia, tenho de reconhecer que não é má rapariga. Há piores... E tu já conheceste algumas! Ela é bonita, simpática, tem carisma e, acima de tudo, sempre foi quem tu quiseste. Venha quem vier, é sempre ela. Sempre foi, logo, sempre será.


   Perdoa-me por estes pensamentos menos calorosos e de pouco incentivo. No fundo, eu só quero que sejas feliz. Sinto apenas receio de, um dia, deixar de poder contribuir para isso porque consegues encontrar motivos para sorrir noutro lado, noutra pessoa.