Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Procrastinar Também é Viver

Blog sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades. E livros.

Dos outros #43

28.12.14 | BeatrizCM | comentar
"Nada há de mais caracteristicamente juvenil do que o desprezo pela juvenilidade. A criança de oito anos despreza a de seis e alegra-se por já estar a ficar tão grande. O estudante liceal está firmemente determinado a não ser criança e o (...)

Dos outros #41

13.07.14 | BeatrizCM | comentar
"Tout le monde avait le droit d'être de mauvaise humeur, mais Allan trouvait inutile de se fâcher si on pouvait faire autrement."   Jonas Jonasson, Le Vieux Qui ne Voulait Pas Fêter Son Anniversaire (tradução do sueco para o francês)

Dos outros #40

18.05.14 | BeatrizCM | comentar
"Perguntou-me o que é que eu escrevia nos livros. Respondi-lhe que me escrevia a mim. Escrevo-me. Escrevo o que existo, onde sinto, todos os lugares onde sinto. E o que sinto é o que existo e o que sou. Escrevo-me nas palavras mais (...)

Dos outros #38

01.02.14 | BeatrizCM | comentar
" As the credits rolled, he said, "Pretty great, huh?" "Pretty great", I agreed, although it wasn't, really. It was kind of a boy movie. I don't know why boys expect us to like boy movies. We don't expect them to like girl movies. "   John (...)

Dos outros #37

18.12.13 | BeatrizCM | comentar
"Diz-se que o tempo não pára, que nada lhe detém a incessante caminhada, é por estas mesmas e sempre repetidas palavras que se vai dizendo, e contudo não falta por aí quem se impaciente com a lentidão, vinte e quatro horas para fazer um (...)

Dos outros #36

28.11.13 | BeatrizCM | comentar
"Acaso alguém seja melhor nalguma coisa que os outros, a regra portuguesa é pedir-lhe que tenha a polidez e o espírito de solidariedade para agir tão mal como o pior. Assim todos, maus ou bons, podem gozar do privilégio reconfortante e (...)

Dos outros #35

13.09.13 | BeatrizCM | comentar
"De repente, Fernando Pessoa abriu os olhos, sorriu, Imagine você que sonhei que estava vivo, Terá sido ilusão sua, Claro que foi ilusão, como todo o sonho, mas o que é interessante não é um morto sonhar que está vivo, afinal ele (...)