Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Procrastinar Também é Viver

Blogue sobre trivialidades, actualidades e outras nulidades.

Entoai o hino, compatriotas!

Dada a conjuntura social, económica e financeira deste nosso amado país, hoje, 10 de Junho de 2013, dia de Portugal, de Camões e das Comunidades, o hino que faço questão de relembrar é aquele que se cantava na escola primária e que nos valia uns quantos raspanetes sobre "respeito à pátria". Não me interpretem mal, eu não tenho nada contra a nação (ou mesmo contra o autor da letra d'A Portuguesa, Henrique Lopes Mendonça), muito pelo contrário, mas acho que não vale a pena estar para aqui com sentimentalismos, exactamente no dia em que, no meio de tanta decadência, o que o presidente da república nos recomenda é que pratiquemos mais desporto.

 

Deste modo, eis a minha mensagem:

 

Rissóis do mar, nozes podres,

Maçãs renetas no meu quintal,

Levantai hoje de novo as cuecas do general!

Entre as bruxas da memória,

Ó pai, tira-me daqui

Que as bruxas vêm aí!

 

Socorro, socorro,

Que a escola está a arder!

Socorro, socorro,

Que a escola está a arder!

Contra os canhões, batatas e feijões, marchar!

 

 

(Existem diversas versões desta letra alternativa, mas foi assim que eu o aprendi por volta dos meus sete ou oito anos.)